• en
    • pt-br

Archives for setembro 2016

Câmeras PTZ Panasonic

Câmeras PTZ – Panasonic exibe câmera Aero-PTZ e tecnologias inteligentes

Fonte: revista Digital Security

A IFSEC International 2016, uma das maiores feiras de segurança da Europa, foi o palco escolhido pelo nosso parceiro para mostrar suas mais recentes novidades seguindo o tema “liderando o caminho na segurança inteligente”.

O principal destaque ficou por conta da câmera Aero-PTZ, com a tecnologia de mascaramento de pessoas, funções de comunicação segura, codificação inteligente e proteção à chuva.“Na IFSEC estamos apresentando propostas de valor agregado específicos para bancos, vigilância urbana, transporte, museus, além de mostrar aos profissionais porque nossas tecnologias exclusivas podem garantir uma vigilância confiável e econômica e oferecer às empresas muito mais do que um simples monitoramento de vídeo”, destaca Gerard Figold, diretor de marketing de produto da Panasonic Security Solutions.

A Aero-PTZ, modelo WV-SUD638, é uma câmera PTZ (pan, tilt & zoom)  de rede, robusta, com resolução Full HD à 60 fps e uma lente com zoom óptico de 30x, que incorpora tecnologia de estabilização de imagem híbrida e sensores giroscópicos para minimizar o impacto de vibrações externas.

Projetada para aplicações em grandes altitudes, portos e pontes, a Aero-PTZ integra tecnologia de sensibilidade ativa para responder à condições externas adversas, com escovas integradas para manter as lentes limpas em condições de chuva ou neve, assim como um aquecedor que garante o funcionamento dos componentes eletrônicos em qualquer temperatura, além de um sistema de descongelamento para manter a tela sem embaçamento.

“O modelo Aero-PTZ é a câmera mais resistente às intempéries do mercado, capaz de aguentar condições mais extremas do que nunca”, garante Figols. “A câmera pode se adaptar em qualquer instalação, oferecendo imagens claras e nítidas, independente das condições meteorológicas”.

Seu design aerodinâmico e omnidirecional ajuda a minimizar o efeitos e instabilidade visual com ventos de até 217 km/h, enquanto que sua exclusiva forma esférica evita a acumulação de neve e sujeira. Além disso, é construída com um chassi de fibra de cristal para garantir a máxima resistência.

Essa câmera possui certificação IP67, o que garante a resistência à água e à poeira, e possui proteção antivândalos classificação IK10. A câmera PTZ também incorpora um mecanismo que permite rotações de 360º e inclinações entre 90 e -180º, além de integrar uma função para oferecer um dynamic range mais amplo que as câmeras convencional.

Tecnologia de mascaramento de pessoas

Durante o evento, a Panasonic também exibiu em seu estande a tecnologia de mascaramento de pessoas que permite aos clientes supervisionar suas instalações ao mesmo tempo que garantem a privacidade das pessoas.

Essa novidade, disponível de forma embarcada em alguns modelos de câmeras ou como um software para PCs, é uma resposta à Lei de Proteção de Dados Federal da Alemanha, que protege os direitos das pessoas à privacidade no ambiente de processamento de dados pessoais e que proíbe as imagens de vigilância que permitam identificar as pessoas. A expectativa é que essa lei se expanda para todos os países europeus.

“O sistema foi desenvolvido para dar às empresas de logística um método de supervisionar pacotes e, ao mesmo tempo, proteger os direitos dos trabalhadores mas, como garante a proteção tanto de empregados como de clientes, ela pode ser particularmente interessante para os setores de varejo, onde é necessário uma vigilância contínua”, explica Gerard Figols.

A solução é incorporada nas câmeras das séries 3, 5 e 6, assim como nos modelos 4K WV-SFN480 e WV-SFV481 da Panasonic, além de ser disponibilizada como uma solução de software para incorporar essa função até mesmo em sistemas analógicos.

Essa tecnologia já está disponível no Brasil e vem sendo incorporada nos projetos de segurança e videomonitoramento da Teltex Tecnologia.

Read more

Videomonitoramento vai além da Segurança, em Canoas

Como o Diário de Canoas destacou, na sua edição de hoje, o Centro Integrado de Comando e Controle – CICC de Canoas, tem uma atuação que vai além da Segurança Pública. De acordo com o Secretário de Segurança do município, Alberto Kopttike, diversas outras ocorrências ligadas ao bem estar da comunidade e preservação do patrimônio público são monitorados pelo CICC, desde “Descarte irregular de lixo, como sofá e entulhas, até a poda irregular de árvores”.

As 186 câmeras do Centro, que devem receber o reforço de mais 28 equipamentos ainda este mês, também ajudam no socorro mais ágil aos cidadãos acometidos de mal súbito, no esclarecimento de acidentes e ocorrências de trânsito, na identificação de problemas de sinalização e necessidades de conservação do mobiliário público.

Acidentes de Trânsito

Monitoradas por 40 policiais militares da reserva, as câmeras instaladas pela Teltex, que também foi responsável pela implantação do centro e realiza a manutenção dos equipamentos, registraram, só no último mês, 44 acidentes de trânsito. Nestes casos, as imagens podem ser solicitadas para ajudar no esclarecimento dos casos, bastando encaminhar a solicitação através da Central de Atendimento ao Cidadão, com a apresentação do Boletim de Ocorrência.

Integração com o SAMU

Outra situação recorrente e que já ajudou a salvar vidas, é a detecção de ocorrências de mal súbito, ataques epiléticos e/ou quedas de pessoas nas vias públicas. Sempre que estas situações são observadas pelo Centro, o SAMU é acionado para que o socorro possa ser imediato. Até os bichinhos são monitorados – nos casos, infelizmente comuns, de atropelamentos de cães, a equipe do Bem Estar Animal é imediatamente acionada para socorrê-los.

Conservação da Cidade e Questões de Saúde Pública

As câmeras do CICC também tem sido muito eficazes em detectar vias com falta de iluminação pública,  com faixas de segurança necessitando de pintura ou sinaleiras com mau funcionamento. O Centro alerta os órgãos da Prefeitura agilizando a solução dos problemas. Outra demanda que o CICC também tem atendido é na detecção de caixas d’água descobertas e pontos de água parada, o que tem sido vital no combate aos focos do Aedes Aegypti, transmissor da Dengue e Zyca.

Além do reforço das novas 28 câmeras, que estão em processo de licitação, os planos da Prefeitura de Canoas são de contar com até 300 equipamentos em 2018. A tecnologia aportada pela Teltex ao projeto do Centro é das mais avançadas em nível mundial, possibilitando a captação e gravação de imagens em altíssima definição. A capacidade de zoom destes equipamentos  é tão poderosa que já possibilitou, inclusive, a prisão de um suspeito flagrado escondendo uma arma dentro do porta-luvas, em um carro estacionado.

Com dados do jornal Diário de Canoas.

 

Read more