Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte

Controle Centralizado e zero incidentes em audiências de custódia.

Com a implantação do Centro, na sede do Tribunal, e de duas salas de monitoramento, nos dois principais fóruns, o TJRN conseguiu zerar os incidentes em audiências de custódia de detentos, além de reduzir efetivamente assaltos em Caixas Eletrônicos  e Agências de Correios localizados em suas unidades.

Implantado em prazo recorde, apenas 30 dias, ao invés dos 90 aprazados inicialmente, o Centro de Comando e Controle do Tribunal integra sistemas de  gerenciamento e gravação de imagens CFTV IP e monitoramento de alarmes por tecnologia IP, e monitora os Fóruns do estado.

Os fóruns maiores possuem a sua própria Sala de Monitoramento, que por sua vez, é monitorada pelo Centro de Comando, enquanto os menores, sem força própria de vigilância, são monitorados diretamento pelo CICC. Futuramente o projeto pretende integrar a segurança de todos os demais Fóruns do TJRN.

O modelo implantado no Rio Grande do Norte obteve resultados tão positivos que, atualmente, está sendo replicado no Tribunal de Justiça da Bahia, que realizou uma adesão total à Ata de Registro de Preços do TJRN.