junho 14,2019

A transformação digital da City of London Corporation


A arquitetura de rede unificada da Aruba sustenta a inovação móvel e gerenciamento inteligente no distrito financeiro de Londres, a City of London Corp.

Com informações da Aruba HPE: https://www.arubanetworks.com/en-gb/resources/city-of-london/

A City, como é conhecido o distrito financeitro de Londres, tem uma administração própia e é uma das 33 autoridades locais da capital do Reino Unido. Também conhecida como a Square Mile, abrange também o centro histórico de Londres, e é sem dúvida o ponto de maior afluência de moradores e turistas da capital.

Como uma autoridade local, a City enfrenta os mesmos desafios que qualquer outro distrito no Reino Unido. Deve trabalhar com orçamentos apertados, conduzir uma agenda de transformação digital e desenvolver novas formas de trabalho. No entanto, alguns desafios são exclusivos deles.

A Square Mile tem uma população residencial de 7.500 habitantes, mas quase 500.000 pessoas circulam pelo distrito diariamente. É o lar de alguns dos marcos mais notáveis ​​de Londres, incluindo a St Paul’s Cathedral e a Millennium Bridge, e recebe mais de 8,8 milhões de turistas por ano. A City também opera a partir de alguns edifícios únicos: o Guildhall, um prédio hist´roico de 1.411 anos e o Mansion House, que foi foi inaugurado em 1758.

“Nós promovemos ativamente Londres como um ótimo lugar para viver, trabalhar e visitar. É vital que apresentemos uma face moderna para o mundo ”, afirma o diretor de TI da City of London Corporation, Sean Green. “E isso inclui como operamos como uma organização.”

Conduzindo uma transformação digital segura

Para facilitar o trabalho remoto e colaborativo, a corporação planejou implantar o Office365 para 4.000 funcionários em 120 locais. O projeto parte de uma transformação digital mais ampla, que ganhou maior ênfase pelo plano de consolidar a TI nas operações da Polícia e Corporações na City. Para que a consolidação seja eficaz, tanto a Polícia quanto a Corporação precisariam de uma arquitetura de rede única, mas com infra-estrutura, gerenciamento e segurança de rede separados e claramente definidos para ambas as partes.

Sem dúvida, haverá oportunidades no futuro para fazer muito mais com aplicativos móveis. Há uma oportunidade de incorporar a IoT, possivelmente em torno de soluções de construção inteligentes ou sensores de qualidade do ar. Seremos melhores em monitorar, gerenciar e melhorar proativamente o ambiente da cidade.SEAN GREEN, DIRETOR DE TI, CITY OF LONDON CORPORATION E CITY OF LONDON POLICE

“A segurança é absolutamente fundamental”, afirma Kevin Mulcahy, diretor assistente de projetos e programas de TI. “É importante mantermos a confiabilidade, principalmente na maneira como gerenciamos dados e acessos à rede. Temos que cumprir os rigorosos padrões de Home Office em relação à segurança de dados. ” Mulcahy queria a mesma experiência de rede e conectividade para todos os usuários, em todos os locais, mas a prioridade era conseguir gerenciar isso de maneira eficiente e eficaz. Além disso, ele queria monitorar o uso da rede em um nível granular. Para ajudar a desenvolver aplicativos e casos de uso mais úteis, a City queria saber quem, como e por que a rede estava sendo usada. “Realmente, vimos esse projeto como uma oportunidade para consolidar nossa propriedade com e sem fio”, diz ele. “Claramente, ter um único fornecedor cria ferramentas comuns e oferece eficiência de custo e gerenciamento”.

Gerenciamento contínuo através de uma rede consolidada

A solução implantada envolve mais de 1.000 pontos de acesso Wi-Fi da Aruba e quase 400 comutadores nos 120 locais, desde a Tower Bridge, passando pela Epping Forest, até o Animal Reception Center no Aeroporto de Heathrow. O Aruba ClearPass gerencia o acesso à rede seguro e baseado em políticas e a integridade dos endpoints, em infraestruturas com e sem fio, seja você um funcionário, arquiteto ou zoólogo. O Aruba O AirWave monitora proativamente e gerencia o desempenho e a disponibilidade da rede e dos aplicativos.

“Essa abordagem nos permite vincular nossa rede com e sem fio de uma maneira perfeita através das ferramentas de gerenciamento disponíveis para nós”, diz Mulcahy. “Um conjunto de ferramentas comuns reduziu o treinamento necessário e o tempo de implantação. Além disso, ter detalhes granulares reais sobre como nossos usuários estão consumindo o serviço nos permitirá agregar mais valor ao investimento. ”

Desempenho consistente transforma as expectativas do usuário

O impacto imediato foi garantir uma conectividade consistente e de alto desempenho em todos os locais. Não há diferenças de desempenho nas conexões com fio e sem fio. Isso permite que os funcionários façam o melhor uso de seus novos dispositivos móveis – até o momento, cerca de 70% receberam novos laptops, smartphones e tablets.

“Nós mudamos completamente a dinâmica do local de trabalho”, diz Mulcahy. “A equipe agora está vindo até nós, procurando novas maneiras de trabalhar e explorar novas tecnologias. Em particular, estamos focados em como podemos usar a videoconferência de maneira mais eficaz em toda a organização. O aspecto das comunicações unificadas nos fornece uma ferramenta realmente poderosa para usar em toda a nossa base de usuários. ”

“Este é um jogo de longo prazo”, diz Green. Ele reconhece que a mudança é tão cultural quanto tecnológica. “Existem três tipos de trabalhador: estáticos, aqueles que querem trabalhar de qualquer lugar e aqueles que precisam trabalhar remotamente. Temos uma solução que se adapta a todos os três. ”

Maior uso de novos aplicativos móveis

A eficácia da solução permitiu a Green repensar toda a abordagem da TI: “Mudamos nossa estrutura organizacional. Agora temos analistas de negócios, especialistas em comunicação e especialistas em tecnologia móvel – pessoas que podem entender um problema de negócios e aplicar uma solução rapidamente. Hoje em dia, passamos muito mais tempo conversando com os usuários ”.

Essa confiabilidade, flexibilidade e dinamismo se traduzirão em mais aplicativos móveis e inovação acelerada. O trabalho remoto pode permitir que a City consolide seus escritórios fixos; maior produtividade permitirá que os recursos sejam direcionados para novos serviços.

Green informa que a polícia da cidade de Londres já está usando um aplicativo para escanear impressões digitais e melhorar a identificação de suspeitos. Existe um aplicativo para denunciar pichações e buracos. Outro aplicativo gerencia o controle de estoque no Smithfield Market, o maior mercado de carne de Londres.

“Sem dúvida, haverá oportunidades no futuro para fazer muito mais com aplicativos móveis”, diz Green. “Nós administramos um portfólio diversificado de propriedades. Há uma oportunidade de incorporar a IoT, possivelmente em torno de soluções de construção inteligentes ou sensores de qualidade do ar. Seremos melhores em monitorar, gerenciar e melhorar proativamente o ambiente da cidade. ”

Mudando o local de trabalho, inspirando funcionários

“O que me entusiasma é o que podemos fazer juntos com essa tecnologia “, diz Mulcahy. “Quando você olha para o lado da rede e para a área de trabalho e a propriedade do aplicativo, e o uso de serviços em nuvem, isso muda completamente o que o trabalho tradicionalmente significa para as pessoas.”

Ele acrescenta: “O trabalho não é mais apenas um local para onde as pessoas se dirigem. Agora elas podem trabalhar de qualquer lugar através do uso dessas tecnologias. ”

Green enxerga a rede como um facilitador de novas transformações e que a cidade mal começou sua jornada digital: “Podemos criar novos serviços para a rede. Podemos controlar facilmente o acesso e, em seguida, explorar o insight de uso. É uma mudança de estágio.” finaliza.

Para saber mais sobre Transformação Digital e como aplicá-la em sua empresa ou cidade, fale com nossos especialistas. A Teltex é um canal parceiro da Aruba HPE.