Teltex entrega Sistema de Segurança Eletrônica do MPRN


Nesta segunda-feira, dia 12 de junho de 2017, o Ministério Público do Rio Grande do Norte-MPRN promoveu a inauguração da sua Central de Monitoramento e Controle, que marca a conclusão da primeira etapa do Sistema de Segurança Eletrônica do MPRN. A obra foi executada pela Teltex, que aportou, em mais esse projeto, toda a sua excelência e expertise em sistemas de segurança eletrônica diferenciados e com as tecnologias mais avançadas.

O Procurador-Geral de Justiça, Rinaldo Reis Lima, fez a entrega formal da moderna Central de Monitoramento. A cerimônia ocorreu no plenário da Procuradoria-Geral de Justiça, e contou com a presença de diversas autoridades da área de segurança, inclusive do Presidente do Gabinete de Segurança Institucional do TJRN, Desembargador Gilson Barbosa.

Projeto MPRN – Primeira Fase

Nessa primeira fase, o sistema foi implantado na sede da PGJ e nas Promotorias de Justiça da Comarcas de Mossoró, Caraúbas, Macaíba e Ceará-Mirim. Os projetos de segurança eletrônica para cada sede do Ministério Público foram elaborados pelo Gabinete de Segurança Institucional (GSI) com a consultoria e implantação da Teltex, que foi vencedora da licitação na modalidade de registro de preço.

A Central  de Monitoramento do MPRN integra os sistemas de  vídeo monitoramento, alarmes de incêndio e de intrusão, controle de acesso de integrantes da Instituição e de visitantes, controle de acesso de veículos, detecção de metais e controles de ronda de vigilantes. O sistema da central será operado por profissionais qualificados pela

Além dos projetos já implantados e que foram oficialmente entregues na cerimônia, a Teltex já iniciou as obras da segunda etapa que inclui novos itens de segurança para as sedes de Mossoró, Macaíba, Ceará-Mirim e da Procuradoria-Geral de Justiça,  bem como a implementação do sistema nas comarcas de Parnamirim, São Gonçalo do Amarante e Caicó, com entrega prevista para Setembro próximo.

Diferenciais do projeto

Vídeo monitoramento: as câmeras são programadas para reagir a alarmes específicos – alertas de violações de segurança, como entradas não autorizadas, portas deixadas abertas e entrada forçada, etc; também é possível a visualização do local da ocorrência em um mapa gráfico (planta de pavimento), diretamente nas estações de vigilância;

Controle de acesso: o sistema permite controle de todos os acessos às áreas seguras, de qualquer uma das estações de monitoramento, assim como a transmissão de todas as atividades de acesso à Central e às estações de trabalho da força de vigilância; o controle conta com a abertura e fechamento remotos de portas com “anti-passaback” (anti-dupla entrada), para evitar que um cartão usado para entrada/saída de pessoas ou veículos seja reutilizado;

Controle de ronda: monitoramento detalhado de patrulha de seguranças, ao longo das rotas de vigilância; cronograma particular, por guarda, com uma lista de intervalos de passagem entre leitoras (caso se atrase na passagem por uma das leitoras, o sistema assumirá, automaticamente, que algum problema pode ter ocorrido, ativando alertas);

O vídeo a seguir, produzido pela Teltex para a inauguração, demonstra a integração dos sistemas entregue ao MPRN: